sexta-feira, 10 de julho de 2009

Vive La France

RIO - O governo do presidente Nicolas Sarkozy tenta aprovar na França uma lei que vem causando muita polêmica. Batizado de Projeto Hadopi, e já apelidado de "Lei dos 3 Golpes", ele pretende punir com o corte da conexâo à internet os usuários que forem pegos três vezes baixando arquivos sem autorização dos autores.

Os críticos do projeto alegam que ele levará a punição de muitos inocentes, uma vez que é possível utilizar conexões sem-fio sem o conhecimento do dono. Mesmo diante da incerteza em relação à aprovação da lei, hackers franceses resolveram agir para torná-la impraticável, criando um mecanismo que compromete a identificação de redes wi-fi, segundo o jornal Le Monde.

Um hacker conhecido como "N" desenvolveu um software conhecido como 'Hadopi Router', em homenagem ao acrônimo criado para batizar a agência que fiscalizaria o cumprimento da lei.
- O software detecta redes Wi-Fi nas proximidades e em seguida quebra todas as suas senhas - diz 'N' - De posse dessas senhas, podemos criar um ponto virtual de acesso.

Ou seja, alguém que tenha essa informação pode entrar na web utilizando a conexão de qualquer pessoa na área, sem o seu conhecimento, mesmo que a rede esteja protegida por senha. Segundo 'N', se uma senha é modificada, o programa automaticamente procura outra conexão wi-fi para acessar a rede.

- Nós queremos que todos entendam que os dados utilizados pela agência Hadopi para acusar as pessoas não são confiáveis. Por nossa causa, os juízes não poderão dizer que não estavam cientes - dispara "N".

O endereço IP teoricamente serve para identificar uma máquina ligada à internet, mas não um indivíduo, uma vez que não se sabe quem utiliza essa máquina em determinado momento. Além disso, em redes com mais de um computador, várias máquinas costumam dividir o mesmo IP, tornando a identificação ainda mais complicada.

Em maio a Corte Suprema da França declarou a lei "Hadopi" inconstitucional, ao considerar o acesso à internet um "direito fundamental". Nesta quinta, no entanto, um novo projeto foi apresentado ao Senado, transferindo o poder de punição de uma comissão interna para a Justiça.

original no globo.com

Enquanto Sarko escuta o chororô infernal que é a dona patroa cantando, aprecia o que é que a 'Bahiana tem" junto com o coleguinha Obama na Itália e tenta coibir a livre circulação de informação via internet em casa, a intelligentzia francesa contra-ataca. Bravo! alès les Gaules!!!

5 comentários:

Nicolau disse...

Só para esclarecer que eu não tenho nada a ver com o "N" em questão.

Abraços

narghee-la disse...

maravilhoso!

Homem de Azul disse...

ainda bem Nicolau, ainda bem.

narghee-la, obrigado, minha mãe também acha. ;)

salut!

Bel Butcher disse...

Pois é, tá um bafafá danado por aqui.
Mas eles já repensaram essa punição, o que meu greys antomy, meu house, etc., agradecem, hehehe.
Agora, hackerzinho safado... ele deveria fazer um programinha para mascarar os IPs e não rouba-los... Enfin. He has a point. Essa história vai ser looonga. Como tudo por aqui.

Homem de Azul disse...

enquanto isso, aproveite os queijos e vinhos. :)

bisoux

 

View My Stats